Conheca-3-indicadores-importantes-para-a-producao-na-industria

Conheça 3 indicadores importantes para a produção na indústria

O futuro chegou e com ele muitas novidades: Transformação Digital, Inteligência Artificial, sensores, analytics, machine learning e muitas tecnologias disruptivas. Nesse cenário de constante inovação, as empresas precisam se renovar para garantir o sucesso, afinal, as mudanças atingem todos os níveis empresariais, incluindo seus modelos de negócio.

Para saber se as alterações são eficientes, uma empresa precisa compreender seu nível de maturidade digital. Assim, enxergará o que funciona e o que precisa ser revisto para entrar em um estágio de constante melhoria dos processos.

Cabe ressaltar que a Transformação Digital é uma questão de sobrevivência para muitas empresas e conforme o restante do mercado alcança melhores níveis de maturidade na indústria 4.0, aquelas que não acompanham as mudanças perdem muito em termos de competitividade.

Como os indicadores ajudam na Transformação Digital?

Antes da Transformação Digital, as empresas usavam um conjunto pequeno de indicadores. As que estavam mais desenvolvidas no planejamento usavam cinco, talvez 10, KPIs para suas análises. Ou seja, seus resultados eram mais vagos e não proporcionavam uma tomada de decisões tão precisa.

Atualmente, a digitalização mudou tudo. Com sistemas de Big Data e Business Intelligence ficou muito mais fácil fazer cálculos e analisar dados. Empresas que desejam abraçar a Transformação Digital, portanto, não precisam limitar tanto seus KPIs. É possível usar um número bem maior de indicadores sem atrapalhar a vida do gestor ou fazer com que ele gaste mais tempo em cálculos.

Observando somente o ROI, por exemplo, é difícil compreender exatamente o impacto das atividades relacionadas à indústria 4.0, mas usando um conjunto maior de indicadores, é possível realizar um investimento realmente importante para a empresa.

Indicadores para medir a Transformação Digital

Os indicadores de Transformação Digital mostram como a empresa está conseguindo avançar em seus objetivos. Essa análise de dados precisa ser feita com frequência para acompanhar a velocidade das mudanças.

Isso porque as novas ferramentas adotadas por negócios que estão em transição permitem acelerar a inovação. Assim, os ciclos de design e o tempo de desenvolvimento de produtos e serviços cai. Ou seja, o acompanhamento deve ser constante para conseguir alterar estratégias rapidamente.

É claro que, com um número maior de indicadores, fica muito mais difícil realizar análises somente com o cérebro humano. Além de implementar os KPIs abaixo na sua indústria, é essencial aplicar as tecnologias características da indústria 4.0 para análises. Veja, agora, alguns indicadores importantes para as indústrias.

Utilização da capacidade instalada (UCI)

A utilização da capacidade instalada mede o nível de atividade da indústria e também mostra o percentual que está trabalhando atualmente. Ele pode ser usado para avaliar o parque industrial de uma cidade ou distrito ou dos equipamentos de uma empresa específica.

Para conseguir o resultado desse indicador, é preciso calcular a capacidade de produção máxima da empresa para a criação de um produto ou fornecimento de um serviço no cenário ideal. Depois, calcular a quantidade produzida atualmente. A fórmula utilizada para calcular a UCI mede a proporção entre as duas informações — produção potencial em relação à realidade.

Ao utilizar essa métrica, não fique surpreso se perceber que seu negócio usa menos que 100% de sua capacidade produtiva, porque isso significa que existe muito espaço para crescimento. Em épocas de crise, é comum que empresas se livrem da capacidade instalada adicional.

Gestores eficientes estudam o que faz a empresa deixar de produzir tudo que poderia e aproveitam as ferramentas da indústria 4.0 para identificar problemas e gargalos de produção.

Overall equipment effectiveness (OEE)

O OEE é um indicador capaz de mostrar a disponibilidade dos equipamentos na produção, a qualidade do que é produzido e quantos produtos são obtidos sem gerar sobras, ou seja, a performance da indústria. O cálculo gera uma porcentagem que demonstra a eficiência geral dos equipamentos da indústria, portanto, é o primeiro passo para gestores que desejam investir em aprimoramento na produção.

Os resultados do OEE trazem um panorama geral da produção e, por isso, esse indicador é muito importante para as indústrias. No mundo ideal, as empresas deveriam atingir os 100%

nos três indicadores, no entanto, isso é muito difícil e eles devem ser monitorados com frequência para apontar as falhas e pontos de melhoria.

Quanto mais próxima do 100% nos três indicadores, mais eficiente a indústria é. Esse estudo japonês da década de 1970 definiu números padrões que empresas ao redor do mundo deveriam tentar atingir. Veja:

  • Disponibilidade: 90%
  • Desempenho: 95
  • Qualidade: 99%
  • OEE: 85%.

Analisando esses números, é possível perceber que muitas empresas têm possibilidade de crescer. Uma empresa com indicador OEE de valor 60%, por exemplo, pode realizar investimentos em Transformação Digital para crescer pelo menos 25%.

Downtime

O tempo de downtime é o período em que o equipamento ou linha de produção está fora de operação, sem funcionar ou sem adicionar valor para o negócio ou clientes. Esse indicador pode ser dividido em algumas categorias:

  • Downtime para manutenção;
  • Downtime programado;
  • Downtime não programado;
  • Tempo de quebra da linha de produção.

Muitos negócios analisam esse indicador, diariamente, para identificar problemas com mais agilidade. A intenção é sempre diminuir  ao máximo o tempo sem operação para melhorar a eficiência da linha. Se possível, todo o downtime deve ser programado, inclusive o de manutenção.

Em empresas que estão em processo de Transformação Digital, o indicador pode mostrar a falta de manutenção preventiva e treinamento. O uso de tecnologias mais complexas faz com que esse tipo de manutenção seja ainda mais essencial.

Quando não é realizado, a linha de produção pode apresentar problemas que demandam muito tempo para serem contornados. Em alguns casos, a indústria talvez precise acionar uma assistência técnica especializada.

Usando os indicadores corretos, é muito mais simples elaborar e revisar estratégias de Transformação Digital. Aproveite para começar essa transição em sua empresa e começar a colher todos os benefícios de um negócio adequado para a indústria 4.0.