O que é Colocation gerenciado e como ele pode facilitar seu dia a dia

O que é Colocation gerenciado e como ele pode facilitar seu dia a dia

Já parou para pensar que ficar “brigando” com servidores próprios não faz mais sentido?

Manter uma estrutura de TI com servidores atualizados, um ambiente seguro e sem interrupções de refrigeração, conexão ou energia, é um desafio. As despesas fixas, as compras de equipamentos constantes, as emergências às 3 da manhã e as atualizações de rotina podem parecer um serviço bem complexo. 

Implantar, dimensionar e gerenciar um ambiente físico de TI também pode prejudicar a sua empresa. Você precisa gastar seu tempo em projetos mais estratégicos, especialmente aqueles que geram receita.

Se você está constante perdendo tempo e dinheiro para manter uma estrutura de TI impecável, mas ainda assim sente que não consegue, você deveria rever as suas estratégias. 

Sair do data center local e proteger seus servidores em um data center especializado e resistente aos desastres pode ser uma solução. Ao usar os serviços de colocation gerenciado, você terá muito mais tranquilidade, tendo a certeza de um sistema totalmente blindado e dados muito mais seguros.

O que é colocation gerenciado?

O espaço para infraestrutura e equipamentos de TI que é de propriedade de uma empresa, mas abrigado nas instalações de um provedor de serviços, é conhecido como colocation. É uma boa opção para empresas que querem manter o controle de seus sistemas, mas não têm espaço físico para abrigar sua própria infraestrutura. O colocation gerenciado leva esse desafio a um passo adiante ao assumir a responsabilidade de gerenciar a infraestrutura de TI de sua empresa, além de hospedá-la fisicamente.

Dependendo do contrato de serviço em vigor, um provedor gerenciado não cuidará apenas do hardware do servidor, mas também gerenciará o sistema operacional, os aplicativos e os bancos de dados. Outros serviços gerenciados, como segurança, backup e armazenamento, podem ser adicionados como parte do serviço oferecidos pelo data center.

O colocation gerenciado é uma ótima opção para empresas que desejam manter sua própria infraestrutura, mas com um certo nível de experiência em gerenciamento de servidores. O benefício para empresas menores é que ele reduz custos, tanto em termos de espaço físico quanto na necessidade de contratar especialistas em TI.

Colocation gerenciado vs servidores locais

Uma infraestrutura de TI local exige um gasto inicial de capital significativo (CapEx) e, à medida em que sua empresa cresce, a escala é necessária, componentes adicionais – e provavelmente mais espaço físico – terão que ser adquiridos, o que aumenta o custo. 

A desvantagem de desenvolver sua empresa usando essa opção de infraestrutura de TI é que ela se torna muito fácil e rapidamente cara, o que é contraproducente para o objetivo de crescimento do negócio. Você também pode se encontrar rapidamente em uma situação em que a atenção é, sem querer, dada mais ao monitoramento ou à solução de problemas de TI, em vez de às suas principais atividades de negócios, onde o foco deveria estar.

Por outro lado, o Colocation, embora exija um CapEx inicial para servidores e equipamentos semelhantes, não requer o mesmo investimento para instalações físicas ou manutenção de pessoal em deslocamento. 

Isso significa que, quando sua empresa precisa escalar, o orçamento pode ser gasto nos servidores necessários em vez de oferecer suporte à infraestrutura. Além disso, conforme sua estrutura cresce, é bastante seguro supor que seu provedor de colocation gerenciado terá o espaço em rack dentro de seu data center para acomodá-lo.  

Os benefícios do colocation gerenciado no local incluem:

  • Alta disponibilidade: o seu provedor de serviços implementa as medidas necessárias para garantir que os dados da sua empresa estejam sempre disponíveis. Por exemplo, no caso de falta de energia, os serviços de backup estão disponíveis, assim como fontes de alimentação alternativas, baterias ou geradores. Essas precauções também são testadas regularmente para garantir que não falhem em momentos cruciais. A maioria dos provedores de colocation gerenciados também tem conectividade de largura de banda superior, suportada por um SLA, para total tranquilidade de que seus dados estejam sempre disponíveis.
  • Alcance global: o colocation gerenciado é perfeito para empresas que precisam acessar vários locais geográficos. É possível ter racks em qualquer lugar do mundo, o que é particularmente benéfico para empresas que precisam saber exatamente onde seus dados estão fisicamente localizados, e também importante para atender a legislação de proteção de dados em determinados países.
  • Continuidade de negócios: em um data center pertencente a um provedor de serviços, os dados de sua empresa são protegidos contra desastres, como incêndios e inundações. Além disso, as instalações mantêm ambientes controlados apropriados por meio de sistemas de refrigeração para manter as temperaturas ideais para as infraestruturas de TI. Essencialmente, sua rede é totalmente atendida pelo seu provedor.
  • Segurança: as medidas que um data center pode ter para proteção contra ataques físicos externos podem incluir vigilância por vídeo 24 horas por dia, 7 dias por semana, monitoramento de alarme e acesso autorizado, enquanto gabinetes internos podem ser alojados dentro de gaiolas seguras e trancadas.
  • Serviço e suporte: as empresas que possuem infraestrutura e sistemas próprios, mas não têm a equipe técnica para gerenciá-las, realmente se beneficiarão do conhecimento de gerenciamento e do suporte de manutenção que um provedor de colocation gerenciado pode oferecer.
  • Gerenciamento remoto total do cliente: isso significa que você não precisa estar fisicamente dentro ou próximo ao data center, mas pode acessar seus sistemas e dados de qualquer lugar, a qualquer momento.

O colocation gerenciada é uma solução de terceirização de TI extremamente viável e sensata, que fornece acesso à conectividade e aumenta a largura de banda conforme a necessidade da sua empresa. 

O que é sempre importante lembrar é que, qualquer que seja o caminho que você decida tomar para a infraestrutura e os sistemas de TI da sua empresa, deve sempre basear-se em uma avaliação franca de quem é sua empresa, o que ela faz, em que pode lidar e onde finalmente quer ir. E essa avaliação deve sempre ser feita em relação a um ambiente digital que está se tornando cada vez mais sofisticado em termos de armazenamento de dados, entrega e gerenciamento geral.

Quer entender mais sobre Colocation gerenciado e otimização do setor de TI? Fique atento às dicas e atualizações no blog da UOL DIVEO!