Black Friday: Evite que problemas de segurança afetem seus resultados.

As semanas que antecedem o mês de novembro, já são conhecidas dos comerciantes e empresários do Brasil por serem um período de preparação e planejamento para as ações de Black Friday.
Os números deste período chamam a atenção, nos três últimos anos o faturamento da Black Friday já superou os números de vendas do natal. Somente em 2017 no varejo online, segundo pesquisa divulgada pela E-bit, foram movimentados cerca de 2.1 bilhões de reais.
Conforme os números aumentam, também crescem os riscos relacionados à segurança das aplicações e a continuidade dos negócios em picos de demanda. Ciberataques, vazamento de dados, desastres naturais, as ameaças são diversas e é preciso que os gestores estejam atentos para evitar que seus resultados sejam afetados por imprevistos.

É importante se planejar

Com a alta demanda neste período do ano, é importante que o gestor tenha um planejamento claro das ações e medidas que devem ser tomadas para se preparar para a ação.
Vale entender que no meio deste cenário, o protagonista é o consumidor, que cada vez mais tem se tornado crítico, exigente e analítico em seu processo de compra e consumo.
Por isso, muito além de simplesmente ofertar produtos ou serviços com desconto, você deve oferecer soluções que atendam as dores e necessidades deste cliente, em um ambiente seguro e que proporcione a melhor experiência ao visitante do seu site.

Os perigos estão por toda parte

As ameaças no ambiente digital surgem todos os dias e são mais comuns do que muitos gestores imaginam.
Elas podem se dar por diversos fatores, desde uma simples falha humana, desastres naturais e os velhos conhecidos ataques de cibercriminosos. Nos últimos anos, os malwares e ransomwares se espalharam pelo mundo e com o mercado brasileiro não podia ser diferente.
Estes ataques funcionam basicamente como um sequestro de dados, onde o cibercriminoso invade o sistema e interrompe o acesso do usuário aos dados dos servidores. A liberação do acesso se dá somente através de um pagamento de resgate, onde a vítima deve realizar um depósito ao criminoso.
Uma pesquisa anual realizada pela IBM, mostra que em 2016, as companhias gastaram 4,31 milhões de reais com reparos causados pelos ataques, em 2017 o número chegou a casa dos 4,72 milhões de reais e as projeções mostram que a cada ano este número tende a aumentar.
Outro dado divulgado pelo Serasa Experian, mostra que somente no primeiro semestre de 2018 foram registradas uma média de ataques no Brasil a cada 16,8 segundos, mostrando um aumento de 12,3% em relação ao período anterior.
A falta de entendimento e informação em relação a estes perigos, dificulta saber o real efeitos destes problemas, e que geralmente costumam se estender por longos períodos. Segundo a IBM, as corporações demoram em média 250 dias para identificar uma invasão e outra média de 105 dias para tomar medidas de contenção de vazamentos.

É melhor prevenir do que remediar

Por outro lado, com o avanço da tecnologia, surge a “turma do bem”, com o objetivo de proteger as empresas destes ataques e consequentemente evitar problemas de continuidade em suas operações, perda de agilidade em mercados competitivos e sujar sua imagem perante aos clientes.
O gestor hoje, tem em suas mãos, diversas medidas preventivas, ferramentas e parceiros especialistas em segurança da informação, cabe a empresa entender quais são as suas dores e necessidades, para assim adotar o melhor investimento em segurança da informação.
O UOL DIVEO está no mercado há anos desenvolvendo soluções e produtos que atendem as mais diferentes necessidades, trabalhando com grandes fornecedores e parceiros tecnológicos, permitindo a continuidade e disponibilidade dos negócios, protegendo sistemas e evitando prejuízos financeiros às corporações.
Antecipar as suas ações, é a garantia de que sua operação não será afetada nos picos de acesso que a Black Friday proporciona, além de garantir a segurança e proteção das suas aplicações, manter a competitividade e proporcionar um ambiente seguro ao seu cliente.
Ainda dá tempo de se organizar e preparar sua empresa para a Black Friday com soluções de rápida implementação. Fale agora mesmo conosco e saiba como podemos te ajudar.