O que todo profissional de TI deve saber sobre OpenStack

O que Yahoo, Cisco WebEx, Mercadolibre, Red Hat, PayPal e American Express tem em comum?

Todos eles usam OpenStack.

Estes são apenas alguns exemplos de que OpenStack tem conquistado o cenário de TI e, ao longo do último ano, tem captado a atenção das comunidades de TI e de negócios.

Enquanto a maioria dos CIOs já entendem os benefícios da nuvem privada, pública e híbrida, muitos ainda estão no escuro quando se trata de serviços de TI específicos que OpenStack fornece.

Com uma comunidade global de mais de 40.000 usuários e mais de 500 empresas contribuindo ativamente, o OpenStack veio para ficar.

Porque as empresas estão aderindo ao OpenStack?

De acordo com dados de mercado, o mundo cria 2,5 quintilhões de bytes de dados diários, o que significa que 90 por cento dos dados no mundo de hoje foram criados nos últimos dois anos.

Este é um exemplo de que as empresas precisam escalar rapidamente para enfrentar os desafios de volumes crescentes de dados, mas também querem ter certeza de que suas informações estão seguras e facilmente acessíveis.

A forma como usamos e pensamos tecnologia está evoluindo mais rápido do que nunca. Para manter-se competitivas, as empresas devem usar tecnologias que entreguem agilidade e capacidade de uso rápido e OpenStack oferece isto.

Mas o que é o OpenStack?

OpenStack é um software de código aberto, o que significa que qualquer pessoa pode acessar o código-fonte, fazer as modificações necessárias e compartilhar livremente essas mudanças a comunidade em geral.

Seu propósito é realizar a orquestração da nuvem e seus componentes de infraestrutura, por meio de um padrão pré-estabelecido, apoiado por vários fornecedores, evitando assim o lock-in de hardware e software.

Isso também significa que OpenStack tem o benefício de milhares de desenvolvedores em todo o mundo trabalhando em conjunto para desenvolver um produto mais forte, mais robusto e mais seguro, com uma capacidade de desenvolvimento e correção de erros além de qualquer empresa do mundo.

Por outro lado, o que muitos usuários e desenvolvedores tem revelado é a necessidade de se aprofundar tecnicamente na tecnologia para conseguir lidar com o OpenStack no dia-a-dia. As empresas devem estar preparadas para dedicarem talentos reais de programação e arquitetos sênior, e devem estar preparadas para passar até dois anos trabalhando em “Q.A.” até conseguirem qualquer implementação funcional.

A Dualtec, empresa especializada em cloud computing, adquirida pelo UOL DIVEO, passou por este desafio antes de ter sua oferta de nuvem pública estável e seus processos maduros para atender ao mercado.

É exatamente neste ponto que o UOL DIVEO pode colaborar com as empresas, já que além de fornecer nuvem pública em OpenStack com características pre-determinadas, ainda apoia grandes empresas na construção, gestão e otimização de nuvem privada, com características customizadas.

Gustavo Villa

Entusiasta de tecnologia e comunicação, Gustavo Villa esteve à frente de agência de marketing por mais de 8 anos. Atualmente é coordenador de produtos no UOL DIVEO.