Monitoração: você irá fracassar na escolha de uma solução.

Não quero assustá-lo, mas posso garantir que você irá fracassar na escolha da solução para monitorar o ‘negócio’ da sua empresa. Esta afirmação pode parecer um pouco arrogante, mas acredite, ela é verdadeira.

A explicação para isto é simples. Não existe solução pronta que irá atender a sua necessidade!

Siga o seguinte raciocínio:

  1. Quantas empresas estão focadas em sua área de atuação?
    Centenas, milhares talvez.
  2. Dentre estas empresas, quantas atuam em seu segmento de mercado?
    Dezenas, centenas talvez.
  3. Quantas destas possuem as mesmas regras de negócio?
    Algumas poucas talvez.
  4. E quantas possuem a mesma estratégia adota pela sua Empresa?
    Provavelmente nenhuma.
  5. Os processos de gestão são iguais?
    Com certeza não.

Com apenas 5 perguntas em uma visão macro ficou claro que mesmo empresas que atuam no mesmo nicho de mercado nunca terão exatamente a mesma ‘personalidade’. A ‘personalidade’ da empresa é única.

Por isto lhes afirmo, não existe solução pronta para a sua necessidade.

Feche seus ouvidos para os discursos decorados oferecidos pelos fornecedores sobre ferramentas perfeitas. A verdadeira solução de monitoração não será entregue por nenhuma ferramenta, ela está baseada em um conjunto de ferramentas integradas trabalhando em busca de um propósito único. Atender sua necessidade.

Justamente por isto não tenho como lhe indicar a melhor ferramenta para monitorar o negócio da sua empresa, mas posso te mostrar o caminho que você deve seguir para conseguir arquitetar a solução perfeita para a sua necessidade.

Em uma visão macro, para a sua solução de monitoração ser bem sucedida ela deve preocupar-se com as seguintes camadas:00

  • Escolher a Ferramenta de Monitoração: o único objetivo desta camada é realizar a coleta e processamento da informação, sendo que estas atividades não necessariamente precisam ser realizadas pela mesma ferramenta. Sua solução poderá contar com ‘n’ ferramentas de coleta e processamento, cada uma preparada para atender necessidades específicas;
  • Garantir Integração com a Ferramenta de Incidentes: é fundamental que todo alarme gerado pela monitoração reflita em um incidente na fila da Operação. O que muitos ignoram é a qualidade da informação disponibilizada no Incidente. Por isto é fundamental incluirmos nesta etapa as análises do Catálogo de Serviços e do CMDB;
  • Realizar Analytics dos Eventos: todos os eventos gerados devem ser indexados em uma ferramenta de analytics. Esta camada lhe trará inteligência para entender e trabalhar os dados coletados. Alguns exemplos interessantes do que pode ser extraído da camada de analytics são análises preditivas, indicadores operacionais e indicadores gerenciais;
  • Apresentar Métricas de Consumo: dar visibilidade à Operação de como está o comportamento dos ICs que suportam o ‘negócio’ da sua empresa é fundamental para a administração do dia a dia e para a análise de troubleshooting em momentos de crises;
  • Correlacionar Eventos: em muitas soluções de monitoração a correlação de eventos se resume em apontar as dependências entre ICs, quando na verdade o maior ganho desta camada é entender o comportamento do seu ambiente e filtrar as informações que realmente geram valor à Operação;
  • Provisionar novos Equipamentos: realizar o fluxo de provisionamento através de automação lhe permite garantir que todos ICs do seu ambiente possuem monitoração. Sempre que possível elimine atividades manuais, assim você irá mitigar consideravelmente falhas humanas no processo de monitoração;
  • Integrar todas as Camadas: o maior valor nesta solução é trabalhar com camadas independentes e não buscar que uma única ferramenta atenda a todas as camadas como um ‘monobloco’. Hoje em dia existe uma tendência muito forte de ferramentas se especializarem em determinados casos de usos. Além de ganharmos em qualidade no serviço prestado, teremos flexibilidade para montar ou alterar nossa solução. Para que isto ocorra é necessário desenvolver a integração que garanta os fluxos de comunicação e as regras de negócio entre cada camada.

Reflita sobre como sua solução de monitoração está atuando em cada uma das camadas citadas acima.

Nos próximos posts irei detalhar cada uma destas camadas, abordando a estratégia de implantação e cases que exemplificam o ganho real no dia a dia da Operação.

Rodrigo Muniz

Graduado em Sistemas de Informação, com MBA em Gestão Empresarial pela FGV, Rodrigo Muniz trabalha na área da tecnologia da informação desde 1997, atuando em empresas de serviços com foco em administração de infraestrutura e outsourcing de datacenter.